sexta-feira, setembro 09, 2016

Reais monstros imaginários.

Eu sempre terei a minha Poesia como refúgio, sempre terei o meu sonho para ficar sem ser incomodado. Levo o meu sonho para a minha Poesia, ou levo a minha Poesia para o meu sonho. De um jeito ou de outro eu me"protejo"dos monstros imaginários, que são bem reais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário